domingo, 7 de agosto de 2011

Por que o mês de agosto é tão temido?

 
A crença popular de que agosto é o mês de desgosto, do cachorro louco, do azar, da maldição tornou uma superstição¹ tão forte que diversas pessoas deixam de concretizarem algo importante por causa da crendice.
Casar no mês de agosto significa ter um relacionamento turbulento marcado por desconfiança e rivalidade, pessoa nascido nesse mês vive mergulhado na solidão e na tristeza. Investimentos financeiros são adiados porque acreditam que pode haver perda e prejuízo. Passar por debaixo de uma escada, olhar no espelho quebrado atraí azar e má sorte. Viajar no mês de agosto nem pensar porque a legião de demônio está solta atormentando, perseguindo, agarrando almas, ocasionando rivalidades, confusões e mortes. Alguns acreditam que o diabo aproveita o mês de agosto para ingerir sangue humano, curtir balada e usar drogas psicodistropticas ou alucinógenas com os vivos. Ver gato preto na sexta-feira seria maldição na certa, mas no mês de agosto o agouro é bem maior. Algumas pessoas matavam gatos por acreditarem que gatos tinham pactos com diabo. O gato preto foi um dos animais mais perseguidos por causa da crendice supersticiosa.  

 
A superstição está presente quase em toda a cultura, manifestada de forma consciente e inconscientemente. Possíveis compradores afegãos têm descartado carros que contenham o número 39 na placa, pois, no país, esse número é relacionado à prostituição. Com medo de represálias sociais, ninguém quer comprar veículos que contenham o número temido.
Segundo Houaiss, há superstição quando se acredita em algo sem fundamentos racionais, em coisas absurdas ou sem ligações verídicas com o fato em si.
O papa Gregório XIII reuniu um grupo de especialistas para reformar o calendário juliano. Cada mês era homenageado deuses e imperadores.
O primeiro mês do calendário gregoriano homenageou o deus Jano responsável pelas passagens, inícios e fins; o segundo mês do ano homenageou o deus Februus panteão dos entruscos, purificador; no terceiro mês homenageou Márte o deus da guerra; no quarto mês homenageou Aprilis/Aprus, a deusa do amor; no quinto mês homenageou ninfa Maia Maiestas, a deusa da primavera e da fertilidade; o sexto mês do ano homenageou Juno, a rainha dos deuses e consorte de Júpter; o sétimo mês homenageou Gaius lulius Caesar, imperador ditador, nascido no dia 13 de julho, 100 a.C; o oitavo mês do ano homenageou Augustus; o nono mês do ano homenageou Septem; o décimo mês do ano homenageou Octo; o décimo primeiro mês do ano homenageou Novem; o décimo segundo mês do ano homenageou Descem.
Gaius lulius Caesar Octavianus Augustus², nasceu no dia 23 de setembro de 63 a.C e faleceu no dia 19 de agosto de 14 d.C, pertencia a uma das famílias bastardas da aristocracia romana, destacou e trouxe grande avanço para Roma durante seu governo Drivus³.
Provavelmente, a superstição do mês de agosto originou por causa do forte temperamento emocional e psíquico do imperador Nero Claudius Caesar Augustus Germânicus, nascido em 37 a.C., recebeu apelido de louco por causa da crueldade praticada durante seu governo. Mandou matar a sua mãe Agrippina e a sua esposa Otávia, assassinou a sua concubina oficial Pompéia, deu ordem para os seus soldados matarem todas as crianças do sexo masculino com idade de 00 - 2 anos. Nero sabia que Yeshua fazia parte de uma linhagem de rei-sacerdote, ele temia perder o poder e o trono. Então, resolveu massacrar os bebês e exterminar centenas de vidas com crueldades. Ele incendiou partes de Roma, perseguiu violentamente os cristãos. Seu governo foi marcado por crueldades e massacres de inocentes.
A partir dessa época os romanos associaram o mês de agosto como agourento e maldito por causa do episódio trágico que ocorreu na época do principado de Nero Augustus.
No imaginário popular, agosto é o mês do desgosto, da tristeza, do azar e das almas penadas (4). As pessoas tornaram vítimas da manipulação do poder imaginário e refém do medo.
A superstição é um mal que impossibilita o ser humano conhecer melhor o seu potencial, ter raciocínio crítico e lógico porque mantém prisioneiro da ignorância. O ser humano precisa viver o seu eu, libertar das ilusões e das ignorâncias para que seja feliz plenamente.
Como devo fazer para libertar da ignorância?
Primeiro passo para você libertar é preciso fazer uma faxina mental, jogar fora todos os pensamentos ultrapassados, deixe que as ideias racionais inovadoras e positivas habitem na sua mente. Tenha hábito de ler bons livros para que possa ampliar seu conhecimento, desperte a sua imaginação criadora, viaje no mundo da pesquisa...


O mês de agosto é tão bom quanto os outros meses do ano, pois tudo depende do seu eu interior, das suas palavras e das suas ações do dia a dia.
O azar, a maldição e agouro não existem, mas você pode criar obstáculos através dos seus pensamentos, palavras e ações. As pessoas constróem o seu destino através das palavras, das atitudes e das expressões corporal. O ser humano se torna aquilo que ele acredita ser.
Saiba que você foi criado perfeito como Deus em suas essências para ser alegre, próspero, ter um destino feliz e ser livre. Você originou da Fonte Criadora, a nossa Grande Mãe Suprema por isso é perfeito no seu âmago. A perfeição se manifesta porque ela existe desde o princípio.


                                                           Autora: RainnaTammy.
___________


1- Superstição: crença ou noção sem base na razão ou no conhecimento que leva a criar falsas obrigações, a temer coisas inódias, a depositar confiança em coisas absurdas, sem nenhuma relação racional entre os fatos e as supostas causas a eles associados [...] crença em presságios e sinais originados por acontecimentos ou conscidências fortuítas, sem qualquer relação comprováveis com os fatos dos quais se acredita sejam prenúncios [...]; crença cega, arraigada e exagerada em alguma coisa, alguma regra ou algum princípio, que se adora ou se segue sem questionar (Houaiss 2001: 2642).


2- Augustus significa majestoso, líder nato, carismático, sábio, criativo, inovador e gosta de ser o centro das atenções. Na numerologia o oitavo mês é um mês favorável para empreender, comprar, abrir negócio, oportunidades para conquistar e obter sucesso.
 

3- Drivus: governo divino, de paz e progresso. Os quarenta anos do principado de Augustus marcaram uma das épocas mais brilhantes da história romana que ficou conhecido como "Século de Augustus".


4 - Almas penadas: espíritos sofredores que vagam sem rumo.



Bibliografia


LIBERATO, Aparecida. Vivendo melhor através da numerologia: guia prático. - São Paulo: Best Seller, 2003.


NAVAS, Carlos. O livro dos rituais. - São Paulo: Madras, 2002.


PEREIRA, Carlos José. O encantamento da sexta-feira santa: manifestações do catolicismo no folclore brasileiro. - São Paulo: Annablume, 2005.


Repasando o Império Romano: perspectiva socioeconômico política e cultural/Gilvan Ventura da Silva; Norma Musco Mendes (organizadores). - Rio de Janeiro: Mauad; Vitória, ES: EDUFES, 2006.


SIDAQUI, Rogério. Curiosidades históricas. São Paulo: IBRASA, 2004.


TANIGUCHI, Sheicho. Mensagem de Amor e Sabedoria. 4 ed. - São Paulo: Seicho-No-Ie do Brasil, 2008.


Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar obras derivadas, nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão da autora. Lei 9610/98 direitos autorais do Brasil.