sexta-feira, 18 de março de 2011

Altar místico-esotérico

Altar  Foto: Rainna Tammy Arq. pes.


Ritual prescrita por uma determinada tradição carregada com ações simbólicas como gestos, palavras e formalidades são usadas para reverenciar algo.
Desde o período paleolítico os rituais são considerados sagrados e até hoje as religiões praticam rituais demonstrando respeito a sua crença. Os rituais também são incorporados numa religiosidade.
A teoria dos místicos Afro-summer há os quatro pontos cardeais como representação dos elementos básicos: Terra, Água, Ar/Vento, Fogo e Espíritos Divinos. Tem como referência o mapa político do Brasil. O ponto cardeal Sul como base de sustentação (Rio Grande do Sul) que corresponde a Terra (Antu, Arcanjo Metatron, Onílé e os Òrìsàs do subsolo Ògún e Obalúwàiyé); no Norte está o Estado do Pará que corresponde a Atmosfera/Ar (Enlil,  Senhor do ar, Arcanjo Gabriel, Òsàlúfón); Oeste está o Estado do Amazônia e Acre que representam a Água (Enki, Senhor dos oceanos, Arcanjo Rafael, Yemoja); na região Leste estão o Estado de Alagoas e Sergipe que corresponde o Fogo (deus Gibil, Arcanjo Miguel, Èsù, Sàngó) e na região Centro Oeste do Brasil temos o Estado de Mato Grosso, a Essência Espiritual, a Grande Deusa-Mãe regendo a terra das luzes (Mammu, a mãe de todos os deuses e Ològún-Ede).
O Brasil é uma grande árvore sagrada onde às profundas raízes está no Sul do país, solo fértil e a sua copa imersa a luz é a moradias dos Espíritos Divinos. A frondosa árvore também abriga aves e acolhe peregrinos.
Os Cânticos dos pássaros se alegram num amanhecer de primavera. Seus galhos balançam com os sopros do vento espalhando o aroma encantador das flores. Na noite de Lua Cheia ela despertar a felicidade, conduz ao amor e inspira os poetas.
O altar deve ser posicionado na região Leste (nascente do Sol) quando for efetuar magia diurna. Se for praticar a magia noturna posicione o Altar na região Sul que corresponde a Terra.
No Altar deve ficar no máximo nove instrumentos consagrados como punhal, velas, um pentagrama, um taça de cobre ou vidro com água, gema ou pedra furada, um sino de metal pequeno, incenso, caldeirão de ferro e uma estatueta de deuses panteões do templo.
A cor da toalha do Altar deve está de acordo com o dia da semana e a energia planetária. Toalha lilás, branca, azul claro ou preta deve ser usado numa terça-feira ou num sábado.
A fase da Lua Minguante é excelente para fazer tratamento espiritual, psíquica, psicológica, libertação das energias nocivas, vícios e manias.
Toalha verde primavera, rosa ou vermelha deve usada na sexta-feira de Lua Cheia quando a magia for voltada para o Amor e restituição da família. 
Para atrair prosperidade, sucesso e boa sorte deve usar toalha verde e realizar a magia numa quinta-feira de Lua Crescente ou Cheia.
No Altar vamos acender uma vela Azul ao Oeste, no Leste uma vela Amarela ouro e no centro uma vela de cor lilás ou branca. Atrás da vela lilás/branca deve ficar uma estatueta do panteão ou algum símbolo para representar os poderes dos espíritos divinos. No sentido Oeste da mesa deve ficar a taça com água e no centro o caldeirão com ervas, agradecimentos, pedidos etc.
O Altar deve estar dentro do círculo. Antes de arrumá-lo é primordial que o círculo seja traçado. O círculo deve ser traçado no sentido horário iniciando do Ponto Cardeal Leste, Oeste, Sul e Norte. O círculo marca o início de um ritual de magia. Geralmente ele é traçado quando percorremos ao redor por três vezes consecutivos usando um punhal ou espada invocando as forças, os poderes dos quatros elementais da Natureza e dos Espíritos Divinos.
Posicione no ponto cardeal SUL e diga: Eu invoco as energias  e os poderes de Nin - ur - sag, a deusa da montanha, Antu, Onílé, as deusas do solo sagrado e o Òrìsàs do subsolo Ògún e Obalúwàiyé Òrìsà para que enviem as tuas energias poderosas ao meu favor. Arcanjo Metatron portador da força Divina, guardião da Terra proteja-me durante e após os meus sortilégios mágicos.
Façam presentes agora!
Sejam bem vindos!

Direcione para o OESTE e diga: Eu invoco as energias e os poderes de Enki, deus da vida, dos oceanos e a deusa Yemoja/Yèmonjá para que enviam as suas energias mágicas e poderosas a meu favor. Arcanjo Rafael mensageiro divino, anunciador da Fonte da Água-viva proteja-me durante e após meus sortilégios mágicos.  
Façam presentes agora!
Sejam bem vindos!

Direcione para o NORTE e diga: Eu invoco as energias e os poderes de Enlil, deus do Ar, do destino, da clarividência, Arcanjo Gabriel e o deus Òsàlufón para que enviam as suas energias mágicas e poderosas a meu favor. Guardiões do vento traga-me boas energias e agilidades nos meus sortilégios.
Arcanjo Gabriel da energia radiante guarde-me das energias nocivas e me cubra com a Luz do Amor.
Façam presentes agora!
Sejam bem vindos!
Direcione para o LESTE e diga: Eu invoco as energias e poderes de Gibil, deus do fogo, filho da luz,  e invoco o deus Èsú, Oya Yánsàn, Sàngó para que possa enviar segurança e energia poderosa para as minhas magias.
Arcanjo Miguel remova toda a energia negativa, fecha o meu corpo para que nenhuma artimanha maléfica possa prejudica-me, livra-me dos inimigos visíveis e invisíveis.
Façam presentes agora!
Sejam bem vindos!
Eleve o punhal fitando para os céus e diga: Nammu e Jagun Alàgbà, Grande Deuses-Anciões, sábios e poderosos conspire sempre a meu favor.
Nanna e Inanna irradiam energias de amor e alegria sobre a minha pessoa.
Espíritos Divinos guarda-me dia e noite combatendo as energias nocivas e espíritos maléficos.
Espíritos de luz façam presentes agora!
Sejam bem vindos meus guardiões: Arcanjos e Anjos!
Só saia do círculo após o término das suas magias.
Ao terminar os seus ritos mágicos, destrace o círculo no sentido anti-horário agradecendo a presença dos guardiões que garantiu segurança, o bom êxito e agilidade das suas magias.

CORES DAS VELAS:


SUL corresponde a Terra e podemos usar marrom ou preta. Essa representa a solo, tudo que semeia germina. Se for semente de qualidade, solo fértil e o semeador que plantar na época certa colherá bons frutos e prosperará.
Também poderá acender uma vela cor verde ao lado da vela preta ou marrom. A cor verde para representar a vegetação. Essa cor atrai esperança, abundância, oportunidades, combate depressão e alivia as dores físicas. Essa cor simboliza Ode-Òsóòsi o rei das matas e a deusa Nin - ur - sag, a deusa da montanha, Arcanjo Metratron, Antu e Obàlúwàiyé, o sr. da Terra.

OESTE corresponde a Água podemos usar vela azul para combater depressão. Ela atrai tranquilidade e serenidade. Essa cor está ligado ao Arcanjo Rafael, ao Senhor Enki e ao Òrìsà Yemoja.

NORTE corresponde o Ar. Podemos usar a vela branca. A cor branca atrai prazer, calma e pureza. A cor branca tem efeito purificador, antidepressivo, estimula o desenvolvimento psíquico e espiritual. Branco é uma cor neutra você pode invocar o deus Enlil, o deus Òsàlúfón eo Arcanjo Gabriel.

LESTE corresponde o Fogo. Podemos usar a vela amarela ou laranja. Essas cores estimulam a comunicação, raciocínio e o conhecimento, atrai oportunidades e riquezas.
A cor amarelo-ouro simboliza a abundância, a prosperidade e o sucesso financeiro. Poderá invocar o deus do Sol Utu, Gibil, Èsú, Oya Yánsàn, Sàngó (deuses do fogo), Arcanjo Mikael/Miguel e os mestres de luz.

Quando for utilizar uma vela deve saber o significado para poder usá-la.

PARA RITUAL DE AMOR: velas de cor rosa, vermelha, verde claro e amarela.
Óleo essencial de jasmim, rosas, manjericão, laranjeira e sândalo são muito usados antes de iniciar uma magia.


PARA RITUAL DE PROSPERIDADE: vela amarela, azul royal e verde.
Óleo essencial  de canela, girassol, louro e carvalho.


PARA RITUAL DE PROTEÇÃO: vela branca.
Óleo essencial Artemísia, sálvia, anis-estrelados e verbena.


PARA RITUAL DE LIBERTAÇÃO: vela branca e preta.
Óleo essencial cravo, cedro e lavanda.


PARA RITUAL DE SAÚDE: vela verde, vermelha, branca e azul claro.
Óleo essencial de alecrim, lótus, sálvia e lavanda.
Quando fizer um ritual mágico é preciso ungir a vela com óleo essencial para carregar de energia, força e poder.
Ungir a vela no sentido do pavio para base quando quiser atrair amor, oportunidades, sucesso, prosperidades e saúde.
Quando quiser banir energias negativas, afastar infortúnios e pessoas indesejadas deve ungir a vela começando da base para o pavio sempre visualizando o seu objetivo.



Autora: Rainna Tammy

A árvore sagrada  de Obaluaiye - jabuticabeira



Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar obras derivadas, nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão da autora. Lei 9610/98 direitos autorais do Brasil.